Páginas

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

9 dias em trânsito pelo Brasil...

Vim para o Brasil mas estou em uma eterna viagem, o que deixa meu cardápio bem difícil. 

Saindo da minha casa em Portugal, levei 20 horas até chegar ao aeroporto em São Paulo. De lá saí com o meu amorzinho para o centro de São Paulo, catamos um hotel e dormimos por lá.

 Na quarta-feira o dia começou cedo já com o café-da-manhã de hotel: até me comporto, mas ai encontro o meu pãozinho francês favorito e o pão de queijo mararavilhoso.  Objetivo do dia: achar roupas para o meu "gordinho" que está na casa os 140 mais uma vez. Tarefa difícil. Embora ele tenha obesidade grau 3, as roupas de gordo são uns sacos! As bermudas e calças para homens tem um gancho pequeno pa parte de trás e gigante na parte da frente para acomodar a barriga caída dos gordinhos de 140 quilos. Mas o meu gordinho não tem barriga caída e as bermudas ficam com gancho curto no bumbum e um saco na frente. Ah e sem falar que as bermudas são basicamente calças curtas, tudo um saco! As camisetas e camisas também são um terror, não sei o que as confecções pensam: a pessoa é gorda e não tem o braço de 3 metros de comprimento, as camisetas tem as mangas curtas que chegam na parte do antebraço! Isso que meu amorzinho não é um homem baixo! Foi difícil e não saímos com muita coisa.

 A frase dele que marcou: "-Estou em um impasse: não sou gordo o suficiente para vestir as atuais roupas de gordo e nem normal para as roupas de pessoas normais. Ou engordo de  vez ou emagreço para achar roupa!"

É claro que na correria comemos na rua, besteiras, mas já consegui que o meu gordinho não tome mais refrigerante! Disse que nisso ele teria que me ajudar. Ponto para mim! Trânsito até Paulínia e arrumar as malas para um final de semana há 800 km daqui! Loucura, eu só queria ir para a minha casinha no sul. O amor está na fase final de uma obra que trabalha, então nunca sabe quando será o fatídico dia do fim, seria em novembro, depois passou para dezembro e agora parece que é janeiro! Ele passou 47 dias trabalhando sem folgas das 16 horas até as 8 da manhã, chegava em casa e tinha obra no prédio onde ele mora, imagina como está demolido! E é claro que isso fez  o peso que ele havia eliminado ser recuperado todinho e mais um pouco. :(

Na quinta-feira partimos rumo a Curitiba-PR. Uma viagem de 5 horas fizemos em 9! Viva as obras na estrada na época de fim-de-ano!!!! Comi na estrada :(  A noite encontrei duas amigas de Portugal em Curitiba enquanto o amor visitava o primo dele no hospital ( o tadinho queimou 70% do corpo com um botijão de gás ). Bebi um bom chop e comi aipim frito com bacon! Coisinhas que me fizeram extrapolar mais um pouquinho na cota de calorias consumidas!

Sexta-feira enfrentar mais 9 horas de estrada para chegar em Garopaba-SC. Café no hotel, almoço em restaurante de beira de estrada, jantar churrasco feito pelo noivo... saudades de churrasco. Aí o final-de-semana foi assim: chuva, uma cabana alugada em uma prainha em SC, amigos e comida. Comi churrasco, panqueca, japonês. Não tomei refigerante, só água e algumas cervejinhas.

Segunda voltamos: 9 horas de estrada para percorrer o mesmo caminho que levamos 18 horas! Como o amor não foi trabalhar na segunda o chefe dele cobrou um churrasco na segunda à noite. Afff... 


Terça-feira a minha vida voltou ao normal: o amor tem uma bicicleta de spinning alugada em casa - alugou antes da loucura dos 47 dias, atualmente ela serve de cabide - fiz 30 minutos de spinning para começar devagar a minha atividade física parada desde o dia 5/12! Comi bonitinha: fruta, almoço no quilo mas sem exagerar, jantar em casa bem levinho. 

Hoje está tudo indo bem e na preparação para descer para o sul na sexta: serão 1700 km até em casa com estradas cheias e muita paciência, mas do lado do meu amor!

Ufaaaa.... post longo né?! Sorry mas eu tinha que atualizá-las. Só meu peso que não faço ideia, vou me pesar só dia 24 em casa e até lá tentar me comportar ao máximo!


10 comentários:

  1. Nossa menina que cansativo
    Mas tenho certeza que deve estar sendo maravilhoso.
    O peso é complicado mesmo, mas aproveite esses dias para desencanar e em casa retome os cuidados
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cansativo está sendo pouco hehehe! Mas estou indo =) Beijossss

      Excluir
  2. Oi, querida!! Que maratona essa sua!! Mas valeu tudo para estar perto da família, hein?? Aproveite seus dias e boas festas!!

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale sim, quase pertinho de todo mundo! =) Bjusss

      Excluir
  3. menina, nas viagens é assim mesmo, vou ao canadá em janeiro e já estou me preparando psicologicamente pra isso.....mas aproveite pra comer o que gosta aqui no Brasil!
    beijos

    ResponderExcluir
  4. Bah tava vendo pelo face, ainda não saísse da estrada, espero que faça boa viagem até o sul do mundo :) Beijo beijo.

    ResponderExcluir
  5. que passeio longo!!
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Viagem ao Brasil imagino que seja dureza mesmo, amiga! É o foco de todas nossas comidinhas preferidas e geralmente engordativas e, cada vez que vamos na casa de um, é um quitute que nos oferecem com a frase "fiz só pra você". Eu ainda não fui ao Brasil depois que emagreci, mas quando for, vou avisar antes de ir dos meus termos: Nada de fazer coisas engordiet "sõ pra mim" porque não vou comer - é o principal termo, pois na minha família as tias e primas dão amor com comida...Já pensou...Força aí!!!! E curta muito sua família! beijocas :-)

    ResponderExcluir
  7. Apesar da viagem longa e com tantos entraves, parece ter sido bem proveitosa, revendo amigos, e curtindo cada trecho :)
    Adoro o Sul! Fiquei com o coração partido quando tive que ir embora de lá.
    Bjsss e aproveite muito!

    ResponderExcluir
  8. Poxa, lindeza, cuidado com o descontrole, ok? Divirta-se.

    Beijinhos.

    ResponderExcluir