Páginas

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Dia #24 - CHEGA

Ando de saco cheio de reiniciar os bons hábitos todos os dias e desistir todos os dias também.

Eu com 75 e o noivo com 150!!! Temos que dar um basta! Todos os dias dizemos que é o último e no outro dia fazemos tudo novamente.

Temos que parar de comer fora, parar de comprar doces todos os dias, parar de raspar a panela, parar, parar e parar!!!!


Não estamos sendo saudáveis  fisica ou emocionalmente. Temos que nos reeducar, tá difícil, mas ainda tenho esperanças.

Um dia depois do outro, um aprendizado devagar que fracassa muitas vezes mas não desiste nunca.

Não estou fazendo atividade física, preguiça uns dias e mau tempo em outros. O noivo está com o joelho machucado, então necas também.




15 comentários:

  1. acho que só o fato de teres tomado a decisão já foi tudo de melhor
    meus muitos parabéns, continue firme, principalmente o marido está precisando, pelo que vc diz aí... vai com tudo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou tentar mais uma vez Fabi, desistir não dá! Mas sabes em que cansa... não tenho tanto para perder, mas o noivo tem e ele só sabe ser radical :( Vamos tentar novamente! Beijosss

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. preciso dar uma "basta" também! :(
    62denovo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Queridona, antes de se lançar numa nova estratégia alimentar, avalie os seus porquês emocionais para estar se sabotando. É quando a gente começa a equilibrar o interior que vamos nos fortalecendo na disciplina alimentar e de exercícios físicos. Sem esta fortaleza interior ficamos sempre neste vai e vem. Eu passei de 2009 a 2011 assim. É frustrante. Demorou para cair a minha ficha que o que estava errado comigo não era a gordura em si, mas como eu me sentia com relação ao passado, às pessoas à minha volta, às decisões tomadas, etc. Era um leque bem recheado de coisas pequenas e grandes que me consumiam por dentro. Aos poucos tudo foi se ajeitando, a principio com a psicoterapia e hoje ja consigo caminhar sozinha, mas sempre me auto-avaliando e fazendo o meu melhor para estar de bem comigo, pouco importa o que o mundo diga ou faça.
    Enfim, força aí Lindona! Desejo de coração que esta fase passe logo!
    Beijocas :-)
    Carla Pancha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carlinha, realmente estou passando por um turbilhão, a vida tá girando e ainda não vai parar tão cedo... Sei que me saboto por N motivos, mas hoje estou muito preocupada com o noivo... 150 quilos não é bom para alguém de 34 anos :(

      Estou tentando, e vou conseguir qualquer hora! Obrigada pelas palavras de apoio sempre! Beijossss

      Excluir
  5. Amiga, o começo é esse reconhecer que está errando e onde está o erro. Por mais dificil que seja, tenta uma dar força pro outro. acho que é a melhor saída.

    Beijo e força!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos ver se consigo continuar né gurias! Beijinhos e obrigada pelo carinho!

      Excluir
  6. Nem me fala porque estou de saco cheio também. Ainda bem que alguns hábitos já foram incorporados e são cotidianos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bel querida, eu "tinha incorporado" mas com a vida "juno" do noive, alguns ficaram difíceis. Vamos ter que nos adaptar =)

      Beijoss

      Excluir
  7. Essa decisão, esse basta e a certeza do errado e ter que parar, é o primeiro passo. Juntos vcs conseguem muito mais! Vá com tudo, os dois ;)

    O BEIJO!

    ResponderExcluir
  8. Oi guria!

    O primeiro passo você já deu, que foi assumir o erro. Agora é um dia de cada vez, vencendo as tentações e trazendo bons hábito pouco a pouco. Devagar a gente vai longe!

    Beijão e boa semana!

    ResponderExcluir
  9. Raquel, concordo com as palavras da Carlinha. Precisa rever e analisar bem os diversos aspectos de seu cotidiano e vida. Reconhecer que a mudança faz-se necessaria já é um passo importante para que ela ocorra, não pense só nos quilos a mais na balança e sim na saúde. Esse circulo vicioso de começa e recomeçar realmente cansa, mas o importante é nao jogar a toalha. É ir contra o tempo, a má vontade, a preguiça e o desanimo e não se entregar as intemperies. Força amiga! Conte conosco! bjss

    ResponderExcluir
  10. Oi Rachel..

    Tenta não comprar as coisas q vc sabe q nao deve comer, se vc não as tiver em casa, ao seu alcance fácil, já evita de cair em tentação. Qdo sair de casa leve sua alimentação, sua "marmitinha". Isso evita de vc ter q parar pra comer em algum lugar, evita q vc fique sem comer por mto tempo. Sempre q algum colega me oferece algo q eu sei q não devo comer, digo q não gosto e agradeço.Aprendi q se a gente diz q não quer, a pessoa insiste demais.
    Eu faço assim e dá certo. Boa sorte para vc.
    Denise.

    ResponderExcluir