Páginas

domingo, 4 de março de 2012

RA - é o que rola aí nos blogs mesmo?

Percebo que muita gente usa o termo reeducação alimentar justificando uma dieta doida que tenta fazer. 

Segundo o Aurélio reeducação é  a ação ou  efeito de reeducar. É o treinamento de incapacitados destinado a restabelecer-lhes o uso das faculdades físicas ou psíquicas. 


Assim pode-se dizer que reeducação alimentar é um processo de aprendizagem e de mudança comportamental para o indivíduo alcançar hábitos alimentares mais saudáveis. O ideia da reeducação alimentar é que o indivíduo sofra uma mudança interna levando a escolha correta da alimentação de forma natural no seu dia-a-dia.

Educar e ser educado não é tarefa corriqueira, e não aflora de um dia para outro. Uma dieta é sempre torturante, é reiniciada a cada semana por ainda não termos sofrido uma mudança interna que nos leve a fazer escolhas sensatas.


A reeducação alimentar não é simplesmente comer frutas e verduras e deixar o resto de lado, é conseguir equilibrar do bom e do mau de forma correta. Serve não só para emagrecer, mas para engordar, para baixar colesterol, blá,blá,blá... Pode ser feita devido a alergias alimentares, restrições por baixa tolerância a determinados alimentos e inúmeros outros casos onde o indivíduo necessite alterar seus hábitos alimentares.

É muito bonito falar: "Enfiei o pé na jaca e a RA foi por água a baixo mais uma vez..." Se é mais uma vez talvez essa pessoa nunca tenha realmente se reeducado, só começou uma dieta que não deu certo, continua a ser uma "mal-educada".

Pequenas mudanças de hábitos alimentares é um princípio efetivo de reeducação. Hoje tenho isso em mente de forma bastante clara e estou tentando passo-a-passo me reeducar. 

O primeiro, e mais difícil passo até agora, foi restringir o refrigerante para no máximo uma vez por semana. Meu segundo foi restringir as doses diárias de café: um por dia, por só tomar café com açúcar, mais café mais açúcar. O terceiro passo é a castanha como lanche no meio da manhã. O quarto e muito difícil foi trocar o pão branco pelo integral, esse está sendo de forma progressiva, nem um pouco radical, alguns dias me permito um sanduiche de pão branco. Me dou ao luxo dos meus pequenos prazeres, pois se assim não o fizer na primeira oportunidade como feito condenada e ai não adianta dizer que a "RA" foi por água a baixo afinal ela efetivamente não aconteceu.

Nada disso é dieta restritiva com meia dúzia de calorias por dia, é a tentativa de reaprender a comer. Fui bem educada, mas no meio do caminho virei mal-educada total! Se vovó me visse hoje fazendo frango refogado com alho francês ia ter orgulho de mim :)

ps: A foto do post foi do bacalhau com natas de almoço de domingo, iguaria espetacular em terras lusas, acompanhado de uma tacinha de vinho português, simplesmente apaixonante... :D  Imagina morar em um lugar onde a comida é ótima e não poder comer? Dose menor, sem entradinhas para mim, e somente uma taça de vinho... com toda certeza diminui pela metade o que comi neste almoço em relação a outras vezes no mesmo restaurante....

6 comentários:

  1. Concordo com você !!!

    Reeducação alimentar é conseguida passo a passo ... com mudanças definitivas!!! É difícil ... mas fazer o que ??

    bjksss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Difícil é pouco! kkkk É muito fácil colocar 4000 calorias em um prato, a comida fácil que nos chega as mães é riquíssima em tudo que não precisamos, temos que mudar nossa cabecinha... e essa é teimosa.... :P

      Excluir
  2. Concordo com tudo!!! Sabe que eu fiz mais ou menos a mesma coisa que você, né? Primeiro passo: não tomar refrigerantes durante a semana (nós sabemos o mal que ele faz!!)... Segundo: evitar 2 tipos de carboidratos no mesmo prato... Terceiro: comer apenas pão integral... Quanto ao café eu não consigo gostar de adoçante de jeito nenhum! Tomo metade de uma xícara de café + açúcar! Bjos flor, força!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse tal café com adoçante tb não consigo! É minha maoir tortura, então ele foi diminuído... fazer o que... E em passinhos de tartaruga a gente chega onde quer :D é só persistir :P

      Excluir
  3. vc tem razão, mas eu não concordo com algumas coisas.....
    enfim, agora estou sem tempo para comentar, pois estou na empresa do marido e sem net em casa, mas nem sempre quem jaca é por que ainda nao se reeducou.
    abraço e boa semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na empresa do marido não dá tempo de enttrar em detalhes. Com toda certeza cada um pensa de uma maneira :) Importa é sermos conscientes e verdadeira conoscno :)

      Excluir